Debate O imaginário dos 50 anos do golpe

As consequências do Golpe de 1964 no imaginário da população e das gerações que nasceram antes, durante ou depois da ditadura militar. Abrangendo de 1964 aos dias atuais, a discussão propõe uma abordagem interdisciplinar como forma de criar parâmetros para a análise da produção artística brasileira na atualidade.

Abaixo, você confere o registro na íntegra do debate realizado no dia 8/4, na Sala Adoniran Barbosa:

com: Aimar Labaki (dramaturgo), Jorge Mautner (compositor), Marika Gidali e Décio Otero (coreógrafos – Ballet Stagium) – mediação: Francisco Alambert

Tags:, , , , , , , ,

2 thoughts on “Debate O imaginário dos 50 anos do golpe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *