Edital de Fotografia SMC


Detalhes do Evento


15/6 a 11/8/2019

O CCSP apresenta quatro individuais simultâneas de fotografia, quatro projetos selecionados na 1ª edição do Edital de Apoio à Criação e Exposição Fotográfica – Edital da SMC de estímulo à fotografia lançado em 2018, com vista a selecionar dez projetos artísticos. As exposições acontecem simultaneamente no Piso Flávio de Carvalho, os projetos que compõem a mostra de fotografia são: Olhares Artesanais, do grupo Cidade Invertida; Cores Nyotas, de Pola Fernandez; Idílio, de Rogério Assis; e Poéticas de São Paulo – Construindo novas memórias através de velhos saberes, de Alex Gimenes e Renan Nakano.

Olhares Artesanais
Reúne 38 fotografias captadas com câmeras manualmente construídas e tem como tema a região portuária da cidade de Santos. As imagens expostas foram captadas por câmeras de orifício (pinhole) e reveladas quimicamente em laboratório analógico preto e branco. O resultado desse projeto é um recorte ao mesmo tempo caótico e poético, que desconstrói o seu referente, para imediatamente reconstruí-lo dentro dos aparatos concebidos pelos fotógrafos do Cidade Invertida.
Curadoria: Ricardo Hantzschel – produção executiva: Fernanda Romero – produção: Marcella Marigo – projeto expográfico: Ricardo Hantzschel – montagem: Marcos Albertin – edição de imagens: Cidade Invertida

Cores Nyotas
A exposição da artista Pola Fernandez parte da representação do tecido de chita como símbolo de ancestralidade e tem como protagonistas da fotografia as integrantes do Grupo de Mulheres Negras Saltenses – Nyota. A exposição traz 18 grandes imagens produzidas com a participação do Grupo Nyota, um curta-metragem mostrando o processo de pesquisa, criação e produção do projeto, e ainda disponibiliza no local um fundo infinito com tecido chita para o publico fazer fotos.
Artista/fotógrafa: Pola Fernandez – Grupo de Mulheres Cores Nyotas: Ana Maria Herculano, Antonia de Melo, Antonia dos Santos, Aparecida Elizabete de Campos Vale, Claudiceia Dos Santos, Fatima Herculano Dias, Gildete Maria Caetano, Jovelina Campos Rosa, Kátia Cilene Herculano, Luci Aparecida Do Nascimento, Margarida Camargo Dos Santos, Maria Santos Almeida, Marta Teixeira, Odete de Almeida Ribeiro, Regina Helena Lourenço, Rosália Lucio e Vera Aparecida Dias – produção: Nós da Produção – texto curatorial: Ricardo Resende – antropólogo, consultor e pesquisador: Raul Lody – agradecimentos: FAMA, Museu de Salto, Restaurante Cafundó, Rafael

Idílio
A exposição de Rogério Assis apresenta 36 fotos que recuperam o cotidiano e as relações socioambientais de ribeirinhos do Pará, na Comunidade Boa Esperança, localizada na região de Curralinho, na Ilha do Marajó. Idílio propõe uma reflexão sobre a organização social dessa comunidade extrativista, sua relação com a natureza generosa e em constante perigo, de forma que podemos assimilar e aplicar os efeitos positivos das ações comunitárias e colaborativas.
Artista/fotógrafo: Rogério Assis – produção: Frida Projetos Culturais – produtoras: Ana Silvia Forgiarini/ Mariane Goldberg – realização: DOC Galeria – direção artística: Mônica Maia – projeto expográfico: Olhavê – antropóloga: Georgia Quintas

Poéticas de São Paulo, construindo novas memórias através de velhos saberes
Nesta exposição, Alex Gimenes e Renan Nakano apresentam fotografias em preto e branco realizadas por meio da técnica de Colódio (processo fotográfico do Século 19). A mostra apresenta uma releitura de dez vistas retratadas no Álbum Comparativo da Cidade de São Paulo 1862-1887, produzido por Militão Augusto de Azevedo, proporcionando um comparativo da cidade de São Paulo dos séculos 19 e 21, com fotografias inéditas e atuais dos mesmo lugares.
Produção: Diafragma 8 – artistas/fotógrafos: Alex Gimenes e Renan Nakano – curadoria: João Kulcsar – fotógrafa Making Off: Lívia Amatto – projeto expográfico: AYO | Gabriel Pires de Camargo Curti

abertura das exposições: dia 15/6, sábado, às 15h
terça a sexta, das 10h às 20h, sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h – livre – Piso Flávio de Carvalho
entrada gratuita – sem necessidade de retirada de ingressos

ATIVIDADES PARALELAS

Idílio
Visita monitorada
dias 15/6, às 15h, 13/7, às 11h, e 10/8, às 11h
Palestra e debate sobre a pesquisa com os curadores
dia 3/8, às 11h
Palestra com o artista
dia 10/8, às 11h

Olhares Artesanais (Cidade Invertida)
Visitas guiadas e bate papo com os fotógrafos
Com objetivo de compartilhar com o público as experiências vivenciadas pelos artistas no processo de construção das câmeras e sua posterior utilização na captação das imagens da exposição Olhares Artesanais, serão realizadas visitas guiadas pela equipe Cidade Invertida.
dias 17/7, das 14h às 16h, e 10/8, das 14h às 16h

Paisagem invertida
Esta vivência em fotografia oferece aos participantes a oportunidade de adentrar em uma câmera obscura de grandes proporções (tenda lúcida), desmistificar seu funcionamento e pensar tanto a imagem estática quanto a imagem em movimento. Desta forma, o participante poderá associar e entender o processo de captura das imagem relacionada à exposição Olhares Artesanais.
dia 27/7, às 14h, 14h30, 15h, 15h30 e 16h – 30min – Área de Convivência – vagas: 75 vagas divididas em 5 turmas (15 pessoas/turma)

Poéticas de São Paulo, construindo novas memórias através de velhos saberes
Palestra sobre o processo criativo – Poéticas de São Paulo
dia 29/6, das 14h às 17h – 180 min – Piso Flávio de Carvalho – sem necessidade de retirada de ingressos